05 junho 2012

Educação Sexual: tem idade certa para começar?

Quando e como falar sobre sexo com nossos filhos?

Uma vez passei por uma situação bastante engraçada com o Italo. Fui a reunião escolar e a mãe de um aluno da sala estava grávida de 8 meses. Ele, com toda espontaneidade de uma criança de 7 anos, exclamou:
- "Que barrigão, hein?! Até parece que tem uma melância ai dentro!"
E eu respondi
- "Tem um bebê ai dentro!"
Ele rebateu:
-"É? E como é que ele foi parar ai?"
Eu e a mãe olhamos uma para a cara da outra com uma cara de 'e agora, o que eu respondo?' e apareceu um amiguinho para arrastá-lo para brincar e nos salvar daquela situação.

Depois da situação fiquei pensado: qual a melhor idade para começar a falar com a criança sobre sexo? Esperar a criança perguntar? Esperar que ocorra uma situação, como uma parente ou amiga próxima grávida, para explicar? E o que falar? Como falar?

Tenho certeza que muitas mães e pais entram em pânico só de pensar nesta conversa. E é complicado mesmo.
Me lembro que com a Rafa, que hoje tem 16 anos, falei quando engravidei do Italo. Fui com ela à Biblioteca e li com ela o livro "De onde Viemos?", o qual eu já tinha consultado e achado a abordagem bem adequada para a situação. O livro tem uma forma natural de explicar o que é sexo, como acontece, quais são as consequências, como a gravidez por exemplo. Foi bem tranquilo e ela entendeu direitinho.
Abaixo transcrevo o artigo do Brasil Escola escrito pela Patrícia Lopes que achei que se encaixa perfeitamente com esta situação.

Sexo: como falar com seu filho

Quando a criança pergunta sobre o assunto e você oferece a ela a resposta verdadeira, está educando-a de maneira correta. Porém, muitas vezes os pais não sabem lidar com algumas perguntas dos filhos referentes a sexo, estudos indicam que talvez por vergonha ou pela educação que receberam, eles não respondem corretamente. Grande parte dos pais, podem não ter tido esclarecimentos sobre o tema em sua adolescência, assim acabam deixando por conta da escola a educação sexual do filho. Entretanto, é no ambiente familiar que a criança pode obter a maior parte da educação. Isso acontece quando os pais oferecem espaço para que as questões sejam colocadas e as respondem com simplicidade, de maneira que a criança compreenda, considerando seu nível de maturidade, bem como suas necessidades emocionais.

Segue abaixo algumas dicas para você superar a timidez e conversar sobre sexo com seu filho:

• Observe sua atitude. Se você diz ao seu filho que sexo é natural e suas reações denotam o oposto, ele as percebem sob forma de informação. Essas reações podem ser: o tom de voz, a segurança nas informações, se está à vontade ou não;

• Não existe uma idade “certa” para ter esse diálogo com seu filho. Ele mesmo dará indícios de que está pronto para falar sobre o tema, ao fazer a primeira pergunta;

• Não estimule a criança a fazer perguntas sobre sexo. Deixe-a à vontade;

• Não ofereça respostas insuficientes, pois a criança continuará perguntando ou procurará obter as respostas em outros ambientes, talvez não muito confiáveis. Nunca minta para o seu filho, posteriormente isso pode fazer com que ele não queira mais falar sobre sexo no contexto familiar.

E você, já falou sobre sexo com suas crianças? Como aconteceu? Foi tranquilo? Conte para mim!

Post legal da Glauciana falando sobre o assunto http://www.coisademae.com/2011/04/voce-fala-sobre-sexo-com-seu-filho/
Posted By: Viviane Pereira

Educação Sexual: tem idade certa para começar?

Share:

Post a Comment

Facebook
Blogger

Siga-nos

Blogs das Amigas

#protestomaterno

#protestomaterno
Mães unidas por um Brasil melhor!
© Mãe Digital All rights reserved | Theme Designed by Seo Blogger Templates